[Acesso Rápido]
 
[Matérias Especiais]
[Principal]






 
>Blog do Patrimônio
>Brindes
>Busca no Site
>Fale Conosco
>Projetos
>Trapiche
>Mapa do Site
MATÉRIAS ESPECIAIS | Restauração do retábulo-mor da Sé de São Luís

Depois de um intenso trabalho de restauração que durou três meses, foi entregue à comunidade católica de São Luís, no dia 21 de agosto de 2006, o retábulo-mor da Igreja da Sé.

Conduzido pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o processo de restauro custou cerca de trinta mil reais ao Governo Federal e envolveu a limpeza mecânica e química da madeira, imunização contra cupins, além de retoques no dourado da peça.

Tombado pelo Patrimônio Histórico em 1954, essa é a segunda vez que o retábulo-mor da Sé passa por uma restauração – a anterior, feita em 1996, reconstituiu partes perdidas ao longo dos séculos e retornou sua cor original, em dourado, que se achava encoberta por várias camadas de repinturas em branco e azul realizadas anteriormente sem qualquer critério técnico ou artístico.

Idealizado pelo padre jesuíta João Felipe Bettendorff em meados do século XVII, o retábulo-mor da Sé é uma obra-prima do barroco brasileiro, e sem dúvida alguma se constitui numa das mais expressivas peças dessa natureza que ainda existem no país.

Feito todo em talha dourada pelo português Manuel Manso, que nesse trabalho contou com a colaboração dos índios da aldeia de Nossa Senhora Conceição de Maracau, o retábulo-mor da Sé se caracteriza por um curioso sincretismo entre elementos tipicamente regionais, como pássaros ribeirinhos, e símbolos representativos da mais antiga tradição cristã, feito as palmas que celebram a vitória dos mártires, e o sol e a lua, que significam o poder da criação de Deus.

Com a expulsão dos jesuítas das possessões portuguesas, concretizada em 1760 por determinação direta do Marquês de Pombal, o retábulo-mor da Sé passou por uma ‘reorganização’, tendo sido retiradas todas as imagens que, de alguma forma, se relacionavam diretamente com essa ordem religiosa, tal como a imagem de Santo Ignácio de Loyola, sendo colocadas em seus lugares as de São Luís Rei de França, São Pedro e Nossa Senhora da Vitória.

Na igreja católica, o retábulo-mor se constitui na peça mais importante dentre todos os elementos decorativos presentes no interior dos templos, pois nele são colocadas em evidências as relíquias, as esculturas e, sobretudo, o sacrário, também chamada de tabernáculo, que é o cofre onde esta guarda a Sagrada Reserva (Eucaristia). Sua origem remonta às tumbas romanas, locais dos primeiros cultos cristãos.


Veja também
 
[Galeria de fotos]



NOVIDADES DO SITE
 
Novo Blog

Foi lançado o novo blog do Patrimônio. Mais abrangente, com uma nova linha editorial e novo layout. Clique aqui.
 
Trapiche

A loja do site já está no ar - você já pode adqurir fotos e postais exclusivos
.
 
EM BREVE
 
Central de Notícias

Informação em tempo real numa parceria do Patrimônio com o G1, o maior portal de notícias da América Latina.
 
Site do Burunga

Cruel? Maldosa? E daí? A arte do riso é hilária.
 
Canal Curumim

Um canal com conteúdo todo direcionado para crianças - jogos, diversão, histórias, brindes, piadas e muito mais.
 
+ Projetos
Clique aqui

Principal   |   A Cidade   |   Athína   |   Cultura & Folclore   |   Matérias Especiais
Museu de Imagens   |   Sala de Imprensa   |   Agenda   |   Serviço   |   Novidades
Termos & Condições  |   Política de Privacidade  |  Sobre o Patrimônio |  Anuncie Conosco |  Créditos 
Copyright © Eduardo Abrahão - Todos os direitos reservados