[Apresentação]
[A Cidade]
[Acesso Rápido]
 
[Arquivo]
[Principal]

:: Igreja do Desterro
:: Praça Gonçalves Dias
:: Igreja do Rosário
:: Praça João Lisboa
:: Praça Benedito Leite
:: Praça Pedro II
:: Igreja de Santo Antonio






 
>Blog do Patrimônio
>Brindes
>Busca no Site
>Fale Conosco
>Projetos
>Trapiche
>Mapa do Site


A CIDADE    |   Igrejas & Praças - Praça Gonçalves Dias


A Praça Gonçalves Dias fica no final da Rua Rio Branco, no sítio antes denominado de Ponta do Romeu. O terreno onde ela está situada pertencia à Ordem de São Francisco, e desfruta de uma das mais belas e aprazíveis vistas da cidade. Seu nome primitivo, ainda hoje utilizado, é Largo dos Amores, pois a extensa escadaria que existe no local, e que antes da construção do Anel Viário chegava até às águas do Rio Anil, foi - e ainda é, diga-se de passagem - um dos locais preferidos para o encontro de casais de namorados.

O Largo propriamente dito foi inaugurado em 15 de outubro de 1860. Por conta da existência, em suas proximidades, da Igreja dos Remédios, passou a ser também conhecido como Largo dos Remédios. No mês de outubro, realiza-se ali uma das mais tradicionais festas religiosas de São Luís, tão bem descrita pelo estilo primoroso de João Lisboa, um dos maiores jornalistas maranhenses de todos os tempos.

Conta-se que, em meados do século XIX, as imediações da Praça e da Igreja dos Remédios foram assombradas por um estranho fantasma, um imenso vulto de camisolão branco denominado Manguda. São Luís era, à época, muito mal iluminada fora de seu núcleo central, compreendido pela Praia Grande e adjacências, e uma vez que o Largo era bem distante da cidade, por algum tempo toda essa área e suas cercanias passaram a ser evitadas pela população, mal caía a noite. Foi só depois de algum tempo que uns poucos corajosos resolveram tirar a limpo a história, e a farsa foi enfim revelada: nada havia de sobrenatural nas 'aparições' da Manguda - a figura servia apenas para encobrir as atividades de contrabandistas locais, que com isso afugentavam os fiscais do Tesouro.

Através da Resolução nº 13, de 03 de novembro de 1900, a Câmara Municipal de São Luís deu ao Largo dos Remédios a denominação de Praça Gonçalves Dias, em homenagem ao maior poeta romântico do Brasil, falecido no naufrágio do navio Ville de Boulogne em 03 de novembro de 1864.

Um passeio pela Praça Gonçalves Dias é uma experiência única, sobretudo por volta das cinco da tarde, com a maré cheia e o sol começando a se pôr lentamente. Os belos sobrados que existem à sua volta, assim como as linhas góticas da Igreja dos Remédios, são poderosamente evocativos. Vista desse ponto e à luz suave do final de tarde, São Luís transforma-se num poema, e encanta.


Matéria Relacionada

 [A Festa de Nossa Senhora dos Remédios]


NOVIDADES DO SITE
 
Novo Blog

Foi lançado o novo blog do Patrimônio. Mais abrangente, com uma nova linha editorial e novo layout. Clique aqui.
 
Trapiche

A loja do site já está no ar - você já pode adqurir fotos e postais exclusivos
.
 
EM BREVE
 
Central de Notícias

Informação em tempo real numa parceria do Patrimônio com o G1, o maior portal de notícias da América Latina.
 
Site do Burunga

Cruel? Maldosa? E daí? A arte do riso é hilária.
 
Canal Curumim

Um canal com conteúdo todo direcionado para crianças - jogos, diversão, histórias, brindes, piadas e muito mais.
 
+ Projetos
Clique aqui

Principal   |   A Cidade   |   Athína   |   Cultura & Folclore   |   Matérias Especiais
Museu de Imagens   |   Sala de Imprensa   |   Agenda   |   Serviço   |   Novidades
Termos & Condições  |   Política de Privacidade  |  Sobre o Patrimônio |  Anuncie Conosco |  Créditos 
Copyright © Eduardo Abrahão - Todos os direitos reservados